Dados x Informações: universos distintos e complementares

11 de Feb de 2011
por NeoGrid Supply Chain

Atualmente, milhares de empresas utilizam sistemas de gestão empresarial (do inglês ERP, Enterprise Resource Planning) para organizarem as informações em um único local.

A priori, a idéia parece simples: todas as áreas da empresa utilizam o mesmo sistema com intuito de armazenar em um único lugar todas as informações pertinentes à empresa, desde o cadastro de um colaborador até a posição de estoque de suas fábricas no final do dia, com o objetivo de poder usufruir de maneira rápida e eficiente todas essas entradas quando for necessário.

Em uma linha evolutiva ao longo do tempo, podemos identificar claramente 3 grandes gerações:

1ª, 2ª e 3ª Geração

Na prática, são armazenados milhares de dados por dia, mas quem consegue transformá-los em informações competitivas para seu próprio negócio? Muitas vezes, esses sistemas trazem um enorme benefício e ao mesmo tempo uma grande desvantagem: muitos dados armazenados, porém como interpretá-los?

A diferenciação entre dado e informação é bem sutil, porém leva a caminhos bem distintos.

Dado é o material bruto que foi gerado por alguém, por exemplo, a inclusão de pedidos de vendas ao longo do mês que um vendedor insere no sistema para atender seus clientes. Informação é a capacidade de analisar os pedidos deste vendedor e conseguir identificar em qual semana do mês ocorreu a maior concentração de vendas, qual a variação de preços e descontos, entre outras. A partir destas análises, podemos chegar à conclusão de que serão necessários investimentos em determinadas áreas para alavancar os negócios da empresa como um todo.

Uma nova geração de softwares, capazes de lidar com essas massas de dados armazenados, aplicarem regras de negócios e proporcionarem de maneira rápida e objetiva estas análises passam a ser relevantes nos dias de hoje, onde decisões devem ser tomadas em um curto espaço de tempo e ao mesmo tempo tragam retornos significativos para as empresas.

A aquisição de tais plataformas se torna cada vez mais relevante para as empresas que buscam resultados expressivos em seus negócios. Quer um termômetro?

3 indicativos que sua empresa possui mais dados do que informações:
• Planilhas intermináveis e de difícil interpretação
• Baixa confiabilidade nas informações (cada área trabalha com um número)
• Trabalho operacional excessivo (extração, lapidação dos dados, etc)

Caso você se depare com esta situação constantemente em sua empresa, coloque em pauta esta discussão.

Até a próxima!