Artigos com a Tag: "CPFR"

Relação varejo x indústria

18 de Jul de 2012
por Vitor Angelelli
Por volta do século 20, teve início a relação entre indústria e varejo, e durante esses quase 100 anos, muitas coisas mudaram o formato dessa relação. No início o mercado apresentava demanda reprimida para quase todos os produtos, logo, quase tudo que era ofertado seria rapidamente vendido. Baseado nesse cenário o poder da relação comercial ficava na mão da indústria, pois o varejo e o mercado iriam “consumir” tudo o que a indústria tivesse capacidade de produzir. Com o passar do tempo e o aumento da competitividade entre os fabricantes, o foco começa a sair da produç...
Continue lendo

“Diga-me como me medes e eu te direi como me comportarei”

10 de Apr de 2012
por Vinícius Silva Anselmo
“Diga-me como me medes e eu te direi como me comportarei”, a adaptação de Eliyahu M. Goldratt da famosa frase “Diga-me com quem andas e eu te direi quem és” serve como uma ótima reflexão para qualquer sistema de abastecimento ou área. Quando se define um indicador para avaliar uma área deve-se analisar qual impacto, positivo e/ou negativo, que ele pode ter em outras áreas ou elos da cadeia. Indicadores locais podem ser muito prejudiciais quando analisamos o cenário global. Por exemplo, um indicador que avalia a área de logística e determina que quanto maior o preenchim...
Continue lendo

Sistemas Simples x Sistemas Complexos

01 de Dec de 2011
por Rodrigo Garcia
A Cadeia de Suprimentos apresenta-se atualmente como uma robusta ferramenta de negócio que permite interligar os diferentes setores (elos) responsáveis pela disponibilização dos produtos no mercado, desde o fornecimento da matéria prima pelo Produtor, à fabricação do produto acabado pela Indústria e à distribuição dos produtos através do Varejo até a sua compra pelo consumidor final. O objetivo de sua gestão é obter grande sinergia entre estes elos que compõe sua malha, de forma a garantir o melhor nível de serviço ao menor custo e tempo de resposta à demanda, tendo a qu...
Continue lendo
Entende-se por Cadeia de Suprimentos todo o processo compreendido entre a obtenção da matéria prima até o momento da compra do produto acabado pelo consumidor final. Podemos resumir a cadeia de suprimentos em quatro elos principais: o fornecedor da matéria prima (produtor), o fabricante do produto acabado através da matéria prima (indústria), o distribuidor do produto acabado (varejo) e o consumidor final. O que sempre uniu estes quatro elos foi a venda, e não será diferente daqui para frente. O produtor vende a matéria prima para a indústria que, por sua vez, produz o pro...
Continue lendo

VMI e CPFR | Cadastro de produtos em sintonia

03 de Aug de 2011
por NeoGrid Supply Chain
Um dos fatores de sucesso de projetos de VMI (Vendor Managed Inventory) e CPFR (Collaborative Planning, Forecast and Replenishment) está relacionado com a forma a qual o mesmo produto é cadastrado na indústria e seus canais de distribuição. É importantíssimo que, em uma plataforma de VMI ou CPFR, o produto seja facilmente identificado na indústria, na distribuição e no varejo para que , sendo corretamente configurado, atenda às necessidades de venda da distribuição e também vença todas as restrições logísticas impostas pela indústria. Não se trata somente de equalizar o...
Continue lendo
A frequência de reposição é um fator decisivo nos dias atuais e tem grande influência no correto balanceamento dos estoques e na satisfação dos consumidores. Muitos fornecedores tendem a reduzir a frequência de reposição considerando entregas de grandes volumes e em poucos caminhões. Esses fatores nem sempre trarão o melhor resultado devido a possíveis rupturas no mix de produto, atrasos nos processos de carga e descarga, redução na satisfação dos clientes / consumidores e na validade (frescor) dos produtos. O conceito do lote de reposição (estoque para “n” dias de...
Continue lendo

Por dentro dos Projetos – A importância da Comunicação

23 de Nov de 2010
por Camilo Manfredi
Comunicação é um campo de conhecimento acadêmico que estuda os processos de comunicação humana. Como disciplinas da comunicação, incluem-se a teoria da informação, comunicação intrapessoal, comunicação interpessoal, marketing, publicidade, propaganda, relações públicas, análise do discurso, telecomunicações e jornalismo. Com outras palavras, é a ação de transmitir uma mensagem e, eventualmente, receber outra mensagem como resposta. Dentro da cadeia de suprimentos e demanda a comunicação é encontrada de diversas formas, através da troca de dados (EDI - Electronic Dat...
Continue lendo

Os desafios da Sincronização da Cadeia de Suprimentos

19 de Jul de 2010
por Autor Convidado*
Foi-se o tempo em que planejar, desenvolver, monitorar e otimizar os processos internos de uma empresa era o suficiente para possuir um diferencial competitivo no mercado. Durante anos as empresas buscaram a eficiência local para obter os resultados desejados. Melhorias nos processos produtivos, de compras, financeiros e fiscais tinham sempre os mesmos objetivos: redução de custos, aumento de vendas e rentabilidade, além da melhoria no nível de atendimento aos clientes. Todas as ações necessárias para obter esses resultados foram executadas pelas empresas. Na área de tecnologia da ...
Continue lendo
O investimento em soluções que geram redução de rupturas continua sendo uma das prioridades do varejo em 2010. Este não é um problema novo, tampouco exclusivo do varejo brasileiro. Dados da ECR Brasil mostram que a ruptura média em países europeus é de 15 a 20%, no Chile 14%, na Argentina 13% e no Brasil (eixo Rio-São Paulo) é de 8%. Apesar de melhor posicionado, as perdas decorrentes da ruptura somam valores exorbitantes no Brasil. A falta de produtos em gôndola não gera ‘apenas’ perda de vendas para o varejo e para a indústria, mas abala a fidelidade do consumidor, que ...
Continue lendo

Passado, Presente e Futuro do SCM

09 de Dec de 2009
por Autor Convidado*
O termo Supply Chain Management (ou gestão da cadeia de suprimentos, em português) é relativamente novo. Foi citado pela primeira vez nos anos 80 por R. K. Oliver e M. D. Webber no artigo Supply-Chain Management: Logistics Catches Up with Strategy. A idéia principal é a mudança do foco de operações, da eficiência dos recursos internos para uma nova visão onde o objetivo passa a ser melhorar a eficiência da cadeia, torná-la mais competitiva e assim se diferenciar da cadeia concorrente. Um fato interessante é que em outras teorias ocorre esta mesma tendência, de passar a olhar ...
Continue lendo