Artigos com a Tag: "inteligência"

Ampliando a presença, fortalecendo a malha.

03 de Jul de 2013
por NeoGrid Supply Chain
O slogan da Tostines “vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais” tem sido usado para diversas situações e é valido em muitos casos. Uma equipe de consultoria que oferece aos varejos ferramentas para agilizar os processos na cadeia de suprimentos, também se perguntou o que é mais importante para aumentar a lucratividade de todos. Para aumentar vendas, fornecedores de grandes varejos podem investir no produto e na marca para serem lembrados no mercado (“vende mais porque é fresquinho”), ou buscar ampliar seu relacionamento com varejos e distribuidores...
Continue lendo
Em pleno século XXI, os consumidores que vão ao supermercado ainda sentem fortemente o Poder de Barganha dos compradores na cadeia de suprimentos, que predefine quais produtos estão disponíveis nas prateleiras. Frequentemente, estes produtos não são os que o consumidor procura em um determinado momento. Por que isso ocorre? Uma das razões é a força do setor de compras do varejo que define produtos e fornecedores com base em premissas como quantidade, preço, condição de pagamento e parcerias comerciais, e não conforme o consumo real que resulte das preferências de marca do ...
Continue lendo

Indústria e Varejo: Rivais ou Aliados?

19 de Aug de 2010
por NeoGrid Supply Chain
A resposta pode parecer óbvia num primeiro instante, entretanto o que temos visto é uma guerra incessante onde ambos acreditam que para que um ganhe é preciso que o outro perca. O Valor Econômico em sua edição do dia 07/06/2010 trouxe a matéria: “Varejo e indústria tentam sincronizar encomendas”, por Daniele Madureira. Esta reportagem trata da relevância na busca pela colaboração entre Indústria e Varejo, citando players como: Carrefour, Procter&Gamble, L'Oréal além de destacar o papel de uma empresa fornecedora de soluções que concorrem para este equilíbrio. Em ...
Continue lendo

Os desafios da Sincronização da Cadeia de Suprimentos

19 de Jul de 2010
por Autor Convidado*
Foi-se o tempo em que planejar, desenvolver, monitorar e otimizar os processos internos de uma empresa era o suficiente para possuir um diferencial competitivo no mercado. Durante anos as empresas buscaram a eficiência local para obter os resultados desejados. Melhorias nos processos produtivos, de compras, financeiros e fiscais tinham sempre os mesmos objetivos: redução de custos, aumento de vendas e rentabilidade, além da melhoria no nível de atendimento aos clientes. Todas as ações necessárias para obter esses resultados foram executadas pelas empresas. Na área de tecnologia da ...
Continue lendo